Veja aqui o que você precisa saber sobre o que é a sua Marca

Compartilhe

Quem nunca ouviu que nosso maior aprendizado vem com os nossos erros?

Bom, isso é uma verdade. Mas nesta série de posts, quero que você se antecipe e aprenda com os erros que EU enfrentei na minha jornada como empreendedor e, assim, você não tenha que passar por isso.

Sim, porque quando se começa do zero, especialmente novo, há alguns conhecimentos que ninguém diz, mas podem ter desdobramentos e, aqui, eu trago um relato completo com as principais informações sobre marca que todos devem saber a partir do momento em que montam um negócio, seja como profissional liberal, microempreendedor ou demais empresas de maior porte.

Sim, eu vou revelar para você os principais pontos sobre este processo através de uma sequencia de 4 posts. Acompanhe até o final, poderá ser valioso para sua marca e, portanto, para o seu negócio 😉
AFINAL, O QUE É MARCA?

Apesar de parecer óbvio, essa definição inicial é muito pertinente. Antes de apresentar uma abordagem mais técnica, comentarei a forma mais simples e sensível de expor a importância que uma marca pode ter.

Leia esse exemplo e veja como você pode entender com facilidade o que representa uma marca:

post-o-que-e-uma-marca-01

Imagine que acaba de criar um produto: um fone de ouvido muito leve, feito de silicone, adaptável a qualquer orelha, sem machucar, sem fio, que se conecta automaticamente ao dispositivo mais próximo que estiver emitindo som. Você o nomeia como Sossom (ok, o nome não é dos melhores, mas não estamos aqui para criar nomes, certo? Rs). Bom, o produto teve tanta aceitação que você cria uma loja apenas para comercializá-lo, distribui para diversas lojas de eletrônicos e passa a ser uma referência entre os usuários. Todos que buscam um fone de ouvido passam a querer apenas o modelo Sossom.

Então, um dia, você passa por uma dessas situações:

Situação A – percebe que um profissional copiou o seu nome e assim batizou um produto que não chega nem perto da qualidade do seu produto, levando inclusive a uma preocupação: “o que meus clientes vão pensar se pedirem um Sossom e receberem isso?”

Situação B – percebe que surgiu um concorrente, fazendo uso do mesmo nome que o seu sóssom, vendendo produtos parecidos, lucrando muito, de modo que os seus clientes passaram a ser clientes dele.

Situação C – recebe uma notificação judicial informando que a empresa Lóssom exige que suspenda o uso do nome Sóssom pois é muito parecido com o nome da sua marca, comprometendo a visibilidade da mesma e confundindo os clientes, parecendo que você quer se aproveitar da fama dela.

Considere como ficou sua reputação no 1o caso.

post-o-que-e-uma-marca-03

Agora imagine que o concorrente do 2o caso registrou o mesmo nome na sua frente e você é que perderá o direito de uso da marca, terá que criar um novo nome se reposicionar no mercado. Lembre-se, a ótima fama construída pelo Sóssom agora é dele. Ficou indignado?

post-o-que-e-uma-marca-04

Imagine agora qual poderá ser o valor da indenização que a empresa do 3o caso poderá pleitear. Tenso?

post-o-que-e-uma-marca-02

Bom, esse foi um exemplo prático, fictício, mas que pode ilustrar basicamente a importância de uma marca protegida, mostrando impasses bem mais comum do que se imagina.


Entenda a importância do nome da marca

Seu cliente dificilmente vai procurar por “aquele fone de silicone fininho, sem fio que se conecta por bluetooth automaticamente e cabe em qualquer orelha”. Ele poderia até falar isso 1x, mas imagine o stress que seria repetir isso em 5 lojas diferentes num intervalo de 40 minutos. Espera-se que ele diga apenas “sóssom”. Esse é nome da marca. Ser atendido com objetividade é ótimo para todas as partes envolvidas.

A marca é a identificação que o cliente faz de um produto, serviço ou organização.

Se você pesquisou rapidamente, deverá ter encontrado algumas dicas bem comuns indicadas quando se estuda qual será o nome da marca.

 

Dicas rápidas para avaliar o nome da sua marca:

post-o-que-e-uma-marca-07

Uma marca deve:

  • ser simples
  • lembrar a finalidade do produto
  • ser facilmente memorizada
  • ser facilmente pronunciada
  • deve ter um significado.

Uma marca bem construída considera:

  • estar associada a ideias e qualidades;
  • ter um símbolo que facilite a memorização;
  • possuir um logotipo, que é normalmente o nome da empresa escrito de forma incomum, pensado em uma série de conceitos de design gráfico;
  • a importância da logomarca – uma imagem, sinal ou desenho – onde relaciona o logotipo com o símbolo. (Esta associação é chamada de logomarca. Em tempo, um dos principais serviços prestados pela empresa que fundei – Agência do Site)

Assim, fica evidente que a marca traduz a imagem da empresa e tem importância inegável. A marca é patrimônio da Empresa e, por isso, deve ser protegida.

A marca envolve muitos aspectos e, por isso, estamos apenas começando.

post-o-que-e-uma-marca-05

Ainda não se convenceu por que deve registrar sua marca?

Bom, no próximo post, eu vou trazer mais informações relevantes.

Gostou dessa leitura? Então, cadastre-se em nossa  lista de emails e receba os próximos artigos em 1a mão. Acompanhe dicas extraídas da minha experiência como empresário pois manterei você informado sobre os principais aprendizados que venho obtendo nesta minha jornada 😉post-o-que-e-uma-marca-09

Fechar Menu